20 de dezembro de 2015



UM POUCO DE MIM...
Se posso, invisto em memórias, em oportunidades que os que eu amo nunca mais esqueçam,
Prefiro perdoar a ter razão...
Prefiro ouvir a pior verdade... Do que viver “feliz” em qualquer fantasioso engano...
Escolho sempre o que creio ao invés de optar por aquilo que me dá vantagem...
Aguento muito mais esperar os atrasados do que fazer quem quer que seja me esperar...
Prefiro a solitude serena a as festas e as agitações...
Aceito muito melhor ser traída do que viver a dor de trair alguém...
Acolho a dor sincera melhor do que os festivais das irrealizações...
Não busco adesões, mesmo quando isso faria a minha vida mais fácil...
Para mim qualquer leitura bíblica solitária me edifica mais do que uma reunião de mil especulações...
Só consigo vestir uma roupa que reflita a minha alma, do que possuir grifes caras que não se comuniquem com a minha existencialidade...
Não sei gargalhar, embora ame sorrir...
Não consigo sentir inveja de ninguém... Pois me alegro com a alegria genuína das pessoas até mais do que da minha própria...
Gosto de gente humilde muito mais facilmente do que aprecio a companhia dos sofisticados...Porque não creio nas alegrias do mundo...
Não venço quando ganho uma disputa, mas apenas quando alguém entende o que tento comunicar...
Prefiro dar meios de compreensão para minhas filhas ganharem a vida do que deixar-lhes heranças materiais...viu kkk
Leio a mesma Bíblia há uns 30 anos, e não a troca por nenhuma nova impressão de texto...
Amo abrir portas para os outros muito mais do que abrir portas para mim mesmo... Quanto mais abro mão, mas enxergo minhas mãos fechadas...
Amo saber que alguns entenderam... do que viver da adulação de multidões que nada compreendem...
Nele (Jesus), em Quem busco ser... Embora eu seja apenas como sou, ainda que Nele me perceba crescendo todos os dias.

(Adaptação do texto de Caio Fabio)