17 de setembro de 2013


“...O que não se pode esquecer é que todos nós vamos dar conta Àquele que há de julgar os vivos e os mortos. O fim de todas as coisas já está próximo. Portanto, sejamos lúcidos, e tenhamos a mente cheia de oração; tendo antes de tudo ardente amor uns para com os outros. Isto porque, o amor cobre uma multidão de pecados. E o amor também se faz prático; por isto, sejam acolhedores como aquele que hospeda com amor; logo, sem murmuração...”
(Seguindo os passos e conselhos do Irmão Pedro -Apóstolo )