18 de janeiro de 2011

PREGADOR!





Sirva apenas o que for comida verdadeira em seu próprio coração, alimento plantado nele, colhido nele, e preparado por você, em você, para você; e, depois, só depois, para os outros; aos quais você servirá com alegria de um servo que se apresenta diante do Rei com os melhores e mais excelente pratos, tanto em sabores quanto na saúde de seus conteúdos.