27 de fevereiro de 2009

"MESMO VIVENDO UMA OUTRA REALIDADE AINDA SONHO..."





Sonho com uma igreja onde a Palavra volte a ocupar o centro (Jo 17.17), onde tanto a pregação quanto a música sejam encharcadas de verdade bíblicas (1 Co 14.15). Em meu sonho percebo a alegria do re-encontro com a voz de Deus, amiga, suave, a permear todo o ambiente onde a igreja estiver reunida, pois onde se reúnem os “templos” (nós) ali está a Igreja (Mt 18.20). Que haja humildade para reconhecer que toda a capacidade vem dEle e não de mim mesmo (Rm 12.3). Uma igreja que tenha problemas, mas que aprenda com eles (Rm 5.3-5). Que haja graça no lidar com os que caem (Gl 6.1), sabendo que é pela graça que somos o que somos, e que a graça nos nivela sob o sangue de Cristo. Que ninguém seja “punido” de seus erros, mas corrigido com brandura para que o nome de Cristo seja exaltado na reedificação deste irmão (Tg 5.19-20). Sonho com uma igreja que deixe de ser um tribunal para ser um hospital, onde os feridos são cuidados com amor e que, por esse amor, aprendam a amar e se firmem no Deus que é amor! (1 Jo 4.8). Que, ao contrário das manifestações triunfalistas, nossas angústias e ansiedades sejam lançadas sobre Ele (1 Pe 5.7), Que as necessidades dos irmãos sejam supridas em amor, mas também em gestos (Tg 2.15-16), sabendo que naquilo em que ajudo o meu irmão necessitado, a Deus mesmo o faço (Mt 25.40). Onde quem não é salvo queira conhecer a Deus simplesmente pela beleza do amor demonstrado entre os que ali estão (At 2.47). Uma igreja que celebre a ceia na esperança da volta do noivo, como uma mulher amada espera pelo seu amado ao anoitecer (1 Cor 11.26).“Que tudo aquilo que é relativo em mim se curvar diante do absoluto da Palavra de Deus, e o que sinto não sobreponha o que leio nas Escrituras.”Há muitos outros sonhos...